Alerta Geada - Maçã

BOLETIM DIÁRIO: 12/09/2021 - 09h30
 

 

AVISO
 

“O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná  – IAPAR-EMATER e o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná - SIMEPAR, no domingo (12/09/2021) encerra o “Alerta Geada Maçã” edição 2021. Com a aproximação da primavera, não há mais risco de ocorrer o fenômeno na região produtora de maçãs do Estado.

O “Alerta Geada Maçã” com previsões diárias de temperatura e do risco de ocorrer geadas na região produtora de maçãs no Estado. O serviço auxilia os pomicultores a decidir sobre o uso de técnicas de proteção em pomares que estejam em fases críticas como florescimento e início de frutificação.

O “Alerta Geada Maçã” voltará a ser ativado em 2022.

 

O Serviço

O ALERTA GEADA MAÇÃ é um serviço gratuito prestado pelo IDR-Paraná e SIMEPAR. O objetivo é informar com de 48 e 24 horas antecedência, os riscos de ocorrência de geada na Região Sul do Paraná, principal produtora de maçã e frutíferas temperadas do Estado. Com o SERVIÇO DO ALERTA GEADA, os fruticultores têm as informações necessárias para executarem os procedimentos de proteção dos pomares, evitando danos e prejuízos provocados pela geada. O Serviço será disponibilizado no período de maio a setembro no site do IDR-Paraná, através de boletins diários.

CONTATO

IDR-Paraná Agrometeorologia

 (43) 3376-2248

 alerta_geada@idr.pr.gov.br

Métodos de Proteção

Caso haja previsão de geada, sugere-se como medidas de proteção os métodos de aquecimento do ambiente ou uso de aspersão de água sobre as plantas. Para informações sobre os métodos, recomenda-se o livro “Defesa contra geadas na fruticultura” de autoria de Valério Pietro Mondin, Editora Êxito.

Temperaturas Críticas

De um modo geral, nas principais frutas de clima temperado, o congelamento e morte dos órgãos frutíferos iniciam nas seguintes fases e temperaturas:

- Gemas inchadas, sem pétalas aparentes.............a partir de -3,3° C
- Gemas inchadas e com pétalas aparentes...........a partir de -2,2° C
- Gemas abertas e em plena floração.......................a partir de -1,7° C
- Frutas recém-formadas...............................................a partir de -1,1° C

Fonte: MONDIN, V.P. Defesa contra geadas na fruticultura. Editora Êxito, 2015.