Plantio direto pode diminuir a compactação do solo
18/12/2020 - 16:44

Em época de estiagem, com chuvas irregulares e localizadas, a compactação do solo dificulta o desenvolvimento das plantas e o aprofundamento das suas raízes. Mas o plantio direto pode diminuir esse problema, segundo os extensionistas.

A compactação do solo pode ser observada com facilidade. Quando ocorre uma chuva e o produtor realiza o plantio, a umidade do solo garante a germinação das sementes e a emergência das plantas e paralelamente o crescimento inicial das raízes. Porém, quando a área passa a sofrer as consequências da escassez de chuvas, as raízes em desenvolvimento irão de encontro a uma camada de solo compacta. Muitas vezes essa camada é tão densa que a raiz muda sua trajetória. O crescimento que deveria ser, predominantemente na vertical, adquire novas direções. O reflexo desses distúrbios é que a planta para de crescer. As raízes que deveriam estar bem mais profundas, absorvendo a umidade e os nutrientes do solo, perdem a sua função.

Os benefícios do plantio direto comparados ao convencional estão comprovados. Segundo Carlos Henrique Lelis e Sidney Galhardo, extensionistas do IDR-Paraná de Terra Boa, a prática mais indicada é a do plantio de plantas de cobertura, também conhecidas como adubação verde.  "Essas plantas terão a função de manter o solo com vegetação para garantir uma boa cobertura e palhada, bem como um bom desenvolvimento de raízes, minimizando os efeitos da compactação", ressalta Lelis. Apesar dos benefícios já comprovados, Galhardo afirma que poucos produtores adotam essa prática. "Divulgar os ganhos do plantio direto é um desafio para os técnicos, só assim será possível consolidar uma agricultura sustentável", concluiu.

Reportagem: Roberto Junior Monteiro

Últimas Notícias