Trabalho de balanceamento nutricional de vacas leiteiras promove aumento da renda
18/12/2020 - 16:00

A produção de leite das famílias acompanhadas em Quedas do Iguaçu mais do que dobrou desde o início do balanceamento das dietas das vacas. Acompanhando a produção, a renda também aumentou, o que traz ainda o aumento da sucessão familiar por jovens nas propriedades do município.

O trabalho do IDR-Paraná no Programa Bovinocultura de Leite envolve, entre outras ações, a utilização de ferramenta de balanceamento de dietas para vacas leiteiras. Esta ação permite ganho de produtividade e redução de custos, o que aumenta a renda das famílias assistidas pelo Instituto que trabalham na atividade.

O balanceamento de dietas consiste em analisar dados de produção, estágios de lactação do animal, peso e raça e através de fórmulas específicas, e fornecer alimentação adequada em relação aos níveis nutricionais que os animais precisam. O fornecimento exato dos nutrientes permite produzir mais leite, melhorar a saúde dos animais, promover melhorias reprodutivas e ainda de maneira econômica.

Os servidores do IDR-Paraná recebem capacitação e orientam o manejo animal das propriedades. Em um primeiro momento a ferramenta pode ser vista como algo que vai encarecer a atividade, mas na verdade promove a redução de custos e aumento da produção, pois é uma técnica que evita desperdícios e acerta as exigências nutricionais dos animais. Após receberem as dietas de cada vaca, as famílias precisam pesar os alimentos fornecidos para servirem às vacas.

Em Quedas do Iguaçu, os produtores de leite atendidos pelo IDR-Paraná estão colhendo bons resultados com o balanceamento de dietas. A zootecnista do Delma Silva, IDR-Paraná, afirma que o balanceamento de dietas é uma ferramenta que trabalha os principais pontos chaves das propriedades. “Temos ganhos no planejamento forrageiro, qualidade dos alimentos, manejo alimentar, controle leiteiro, qualidade do leite, avaliação de escore corporal e controle dos custos”, comenta.

Segundo Reinaldo Souza, técnico em agropecuária do IDR-Paraná, a mudança visível é rápida. “Os produtores mudam sua realidade, tanto na produção leiteira quanto no controle das finanças”, diz Souza.

Reportagem: Assessoria de Comunicação

Últimas Notícias