Beneficiário do Renda Agricultor Familiar recupera sucata e aumenta seu rendimento
02/03/2022 - 15:07

A ação extensionista não se limita a atender o público rural interessado em uma nova cultura ou técnica agrícola. Ao conhecer a realidade de perto, o profissional pode perceber as reais necessidades da família seja a melhoria das condições de vida, seja o aproveitamento do potencial de cada produtor assistido. Além disso, os extensionistas do IDR-Paraná levam políticas públicas ao meio rural que podem viabilizar investimentos e criar pequenos empreendimentos nas propriedades. 

Foi o que aconteceu com Andriele Carvalho e Juliano da Silva, moradores da comunidade Lagoa, em Tijucas do Sul. O casal é atendido pelo CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) do município. No ano passado a família foi beneficiada pelo Projeto Renda Agricultor Familiar. Inicialmente os R$ 1.000 recebidos por Andriele e Juliano foram investidos num sistema de esgoto na residência, melhorando as condições da moradia. Faltava aplicar o restante dos recursos em uma atividade produtiva. Foi aí que, numa conversa com os extensionistas, Juliano manifestou o desejo de ter uma oficina em sua casa para trabalhar com sucata. Há algum tempo ele consegue alguma renda vendendo esse material para terceiros. Porém, Juliano sempre encontrou objetos que poderiam ser recuperados ou reciclados, desde que tivesse as ferramentas adequadas.
Lucro maior

A partir desse sonho, o casal usou R$ 2.000 para comprar materiais como cabos de bateria, esmerilhadeira, compressor, lixadora e ferramentas diversas. Atualmente Juliano conta com uma oficina bem equipada, instalada em sua residência, onde ele recupera e recicla sucata. Cadeiras, mesas e outras ferragens ganham vida nova com o trabalho de Juliano. 

O apoio financeiro do Renda Agricultor foi importante para que Juliano pudesse comprar as ferramentas e equipamentos. "Sem o projeto ia ser difícil. Agora eu consigo ganhar um pouco mais. Eu encontro muita coisa boa, reformo e vendo por um preço melhor do que se fosse sucata. Toda carga tem alguma coisa que compensa", observa Juliano. Ele dá o exemplo de um compressor adquirido dias atrás por R$30. Depois de reformado e pintado, o equipamento foi vendido por R$ 500. 
Juliano usa os grupos de WhatsApp, perfil do Facebook e Instagram para divulgar e vender os produtos que reforma. Ele conta que compra a sucata por R$ 0,50 o quilo, mas a reforma e reciclagem do material possibilita um lucro bem maior. Juliano acrescentou ainda que agora também ficou mais fácil extrair metais de maior valor da sucata, como o cobre, já que ele tem os equipamentos necessários para fazer o trabalho.

O Projeto Renda Agricultor Familiar é uma ação do Programa Nossa Gente Paraná, desenvolvido pela SEJUF (Secretaria Estadual da Justiça, Família e Trabalho), em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (SEAB), IDR-Paraná e municípios. O principal objetivo é contribuir para a melhoria da segurança alimentar e nutricional das famílias, desenvolver atividades geradoras de renda e promover o acesso a políticas públicas destinadas à proteção social das famílias do campo.

Os extensionistas do IDR-Paraná prestam assistência técnica às famílias e constroem, com a família, um projeto de estruturação da unidade produtiva familiar. Esta ação pode incluir atividades de saneamento básico (construção ou melhoria de banheiro, proteção de fontes, destinação adequada das águas usadas); produção para autoconsumo (avicultura, horticultura, fruticultura, entre outros) e apoio a processos produtivos (geração de renda por meio de atividades agrícolas e não-agrícolas). Para subsidiar essas atividades, cada família recebe um auxílio financeiro de R$ 3 mil. O projeto já atendeu mais de 6 mil famílias. Os recursos são de contrato com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida do Estado.

Reportagem: Roberto Monteiro