Programa de Grãos- Soja e Milho

Importância

No Estado do Paraná, a soja ocupa cerca de 5,464 milhões de hectares, e o milho somando-se a primeira e segunda safra, outros 2,6 milhões de hectares, com a produção de grãos aproximada de 36 milhões de toneladas. As cadeias produtivas da soja do milho são o primeiro e terceiro maior valor bruto de produção (VBT) do Estado, alcançando direta e indiretamente, 60% da riqueza produzida pelo agronegócio paranaense. Assim, o desenvolvimento, validação e divulgação de práticas agronômicas sobre essas culturas, com foco na rentabilidade e sustentabilidade é extremamente importante para o desenvolvimento do Estado.

Objetivos

Obter novas variedades de milho e indicar os cultivares mais adequados às condições de clima, solo e sistemas de produção dos agricultores.

Avaliar sistemas de produção de grãos mais diversificados, com opções de rotações de culturas adaptadas a diferentes regiões do Estado do Paraná.

Pesquisar, validar e difundir as melhores práticas agronômicas de manejo de pragas, doenças e plantas daninhas na soja e no milho, com ênfase no aumento da produtividade e redução de custos de produção.

Implantar protocolos técnicos de “boas práticas agrícolas” em nível de campo em unidades de referência (URs).

Projetos

Responsável: Deoclécio D. Garbuglio

Avaliação Estadual de Cultivares de Milho - Safra Verão

Avaliação Estadual de Cultivares de Milho - Safrinha

Desenvolvimento e avaliação de híbridos de milho comum e especiais, com foco na ampla adaptabilidade, estabilidade e otimização dos custos de produção

 

Responsável: Edivan J. Possamai

Manejo integrado de pragas (MIP) da soja

Manejo integrado de doenças (MID) da soja

Fixação biológica de nitrogênio na soja

Monitoramento integrado da colheita da soja

 

Responsável: Humberto A. Godoy

Manejo integrado de pragas (MIP) no milho

 

Responsável: Adriano A. P. Custódio

Rede de Ensaios Cooperativos de Fungicidas em Milho Segunda Safra

Sanidade de híbridos às doenças bacterianas do milho

 

Responsável: Lutécia B. S. Canalli

Sistemas de produção e rotação de culturas em plantio direto na região Centro Sul do Paraná

 

Responsável: Ronaldo H. Hojo

Sistemas de produção e rotação de culturas em plantio direto no Oeste do Paraná

 

Responsável: Ivan Bordin

Rotações de culturas em sistema plantio direto no Norte e Noroeste do Paraná

 

Responsável: Pedro M. Araújo

Obtenção de populações melhoradas de milho

 

Responsável: Luiz A. O. Penha

Manejo cultural para produção orgânica

Consórcios para supressão de plantas daninhas em sistema plantio direto

 

Responsável: Wilmar F. Lima

Melhoramento de soja para consumo humano

 

Responsável: Rodolfo Bianco

Desenvolvimento e validação de tecnologias para o manejo de pragas no milho

 

Responsável: Josiane C. Assis

Caracterização de Germoplasma de Crotalaria

Resultados Obtidos

Redução em 50% das aplicações de inseticidas na soja com o MIP e retardamento em 30 dias para a primeira aplicação.

Redução em 35% de aplicações de fungicidas na soja com o MID e retardamento em 20 dias para a primeira aplicação.

Doze cultivares de milho lançados com finalidade para grãos, silagem e indústria alimentícia.

Aumento de 9 a 11% na produtividade da soja e de 24,68% no lucro econômico, com adoção de rotação de culturas, em relação à sucessão soja/milho segunda safra.

 

GALERIA DE IMAGENS